quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Marias

Tantas foram as Marias,
As que tanto amaram,
Aquelas que foram amadas.
Outras sofreram noite e dia,
Outras ainda abandonadas.
De todas, uma houve que tudo passou,
A mãe de todos nós, Virgem Maria.
Quem perde uma mãe, da virgem se  recorda
Pois ela o exemplo de todas as  Marias
Que numa manhã para a vida acorda.
Benditas as Marias, da terra, do Céu,
Das Estrelas e do mar profundo,
Que todas num só hino, rezam por nós,
As Marias que ainda estão neste mundo.

Olívia Marinho